Livros lidos em 2017

sexta-feira, janeiro 12, 2018


Como já aqui falei 2017 não foi muito dado a leituras por falta de tempo e alguma preguiça claro. Ainda assim consegui dar espaço a oito livros completos, mais três que comecei a ler e ainda não terminei e um em inglês que deixei a meio.


Comecei pelo Vaticanum do José Rodrigues dos Santos, um dos meus escritores favoritos que mais uma vez não me desapontou. Este livro tornou-se ainda mais especial porque foi em 2017 que visitei Roma pela primeira vez, inclusivé o Vaticano que foi palco desta história por isso foi muito giro conhecer aquele sítio pela primeira vez através do livro e passado uns meses puder estar realmente lá.
A saúde e a vida saudável é um tema que me diz muito por isso o segundo livro que li em 2017 foi As novas regras da saúde, um livro simples, com boas fotografias mas com um texto e com conselhos básicos. De seguida comecei a ler o Cartas de amor de grandes mulheres, um livro pequenino e recheado de cartas e de histórias de amor. Confesso que o idealizava de outra maneira e que algumas histórias não me cativaram assim tanto quanto eu pensava, ainda assim valeu a pena ser lido.
Numa altura de transformações na minha vida comprei o Às 9 no meu livro e posso dizer que foi mais que um livro. Muitos dias sentava-me na cama e lia aquelas frases que me davam força para continuar mesmo quando nada parecia dar certo. Ainda nesta onda li o Alegria Hygge onde pude conhecer um pouco mais sobre este conceito que está tão em voga e que eu acho que existe em cada um de nós (ou pelo menos deveria existir) e não só nos dinamarqueses. 
Como adoro viagens tinha que estar presente na minha lista um livro sobre este tema, o Why not Asia? que não é mais do que um diário de duas raparigas que partiram para uma aventura de voluntariado internacional na Ásia. Como é algo que espero vir a fazer um dia gostei muito de ler sobre esta experiência e ver as coisas incríveis que elas fizeram. Mais uma vez deixei-me seduzir pelo Gabriel García Marquez e pela sua loucura e depois de ver uma review do A incrível e triste história da Cândida Erêndrida e da sua avó desalmada resolvi lê-lo. Quem já leu algo deste escritor sabe que ele tem tanto de génio como de louco e as suas histórias são sempre um pouco delirantes e cómicas ao mesmo tempo e nem sempre são de leitura fácil, mas eu sou uma fã assumida! Terminei em beleza com A doença, o sofrimento e a morte entram num bar, mais uma obra escrita por um verdadeiro génio, um homem que faz rir com as coisas mais básicas e que tem um conhecimento infindável. Já cá tenho em casa o próximo dele para ler este ano!















Vê também

5 comentários

  1. Às vezes, mais vale ler livros bons e que nos ensinem alguma coisa do que ler só para acumular número. Além disso, parece-me que fizeste escolhas óptimas. Já ando para ler o livro do RAP ao tempo, sempre que leio uma crítica, ainda fico com mais vontade!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, tens razão, é melhor qualidade do que quantidade.:)

      Eliminar
  2. Fiquei curiosa com o livro do Ricardo Araújo Pereira! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Uau, leste tantos! Fiquei muito curiosa com o Why not Asia? o:

    Beijinhos,
    BLOG DEZASSETE

    ResponderEliminar
  4. da tua lista li o vaticanum que amei :) Tenho aqui o alegria hygge em casa mas ainda não li. beijinhos

    Vânia
    Lolly Taste

    ResponderEliminar

Posts populares

Arquivo

Blogs de Portugal

Subscribe