Se amas alguém, deixa-o ser livre

terça-feira, setembro 06, 2016


A palavra ciúme tem a sua origem na palavra inveja e isso por si só já indica que não pode vir nada de bom daí e mesmo que muitos sejam da opinião que não existe amor sem ciúme eu sou um pouco mais relutante. O ciúme é como o sal, para o bem do nosso coração é melhor evitá-lo. Só precisamos de encontrar o equilíbrio e isso por vezes pode ser bastante difícil.


Ali estamos nós no banco de jardim com o nosso mais-que-tudo e aproxima-se uma rapariga com micro-calções e um corpo tonificado. Começa-nos a subir uma energia, daquelas bem negativas e só desejamos matá-la enquanto ao mesmo tempo verificamos a direção do olhar do nosso namorado. Aqui existem duas opções, a) Se ele gostar de viver no limite, olha descarada e continuamente para aquele rabo anti-gravidade; b) Se ainda lhe resta um pingo de bom senso e amor à vida tenta disfarçar; b1) É bem-sucedido e nós até deixamos passar; b2) “Nem olhei para o rabo” – diz ele sem que lhe perguntemos nada, sendo assim apanhado em flagrante delito. Quem nunca passou por isto? O mesmo acontece com aquele rapaz musculado que sai do mar com tudo no sítio, isto não é exclusivo do lado feminino. Acontece que estas situações são temporárias e no outro dia já se fez um reset e somos felizes na mesma.
Agora algo está mal quando esta situação se repete sistematicamente, quando lhe controlas as SMS, quando lhe lês as mensagens no facebook e quando o amor é superado pelo sentimento de posse.

Tens inseguranças? Fala com o teu namorado, vê se ele acha o mesmo ou se são coisas da tua cabeça. Não gostas de algo em ti? Vê como o podes alterar de maneira a que em primeiro lugar, tu que fiques satisfeita contigo! Não confias no teu namorado? Então aí o problema é maior porque sem confiança e diálogo não há amor que sobreviva, por isso repensa essa situação.

Texto publicado na Blogazine

Vê também

9 comentários

  1. "O ciúme é como o sal, para o bem do nosso coração é melhor evitá-lo." - a melhor definição que já vi de ciúme. E não podia concordar mais (:

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Beatriz, fico muito feliz que tenhas gostado.:)

      Eliminar
  2. Sou completamente contra controlar mensagens e saber palavras passes das redes sociais! Se se namora com alguém é porque se confia na pessoa, e acabou
    Kiss, Mariana Dezolt
    Messy Hair, Don’t Care

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, mas a verdade é que existe muita gente assim, especialmente jovens que parece que vivem no século passado!

      Eliminar
  3. Gostei bastante! Nunca fui uma rapariga ciumenta e orgulho-me disso! Acho que isso transmite muita insegurança na relação, não é saudável! O melhor sempre é falar :)
    Beijinhos <3
    http://rytacandeias.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho que não é nada saudável mesmo...

      Eliminar
  4. Já fui, infelizmente, muito ciumenta, mas ao longo do tempo e à medida que crescemos acho que isso acaba por ir passando. E se existir confiança, os ciumes não existem, na minha opinião!
    Beijinhos :D

    http://thedevilwearspinknails.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, felizmente isso passa muita gente com o crescimento, mas há por aí muita cabecinha que parece que fica parada no tempo...

      Eliminar

Posts populares

Arquivo

Blogs de Portugal

Subscribe