Desafio 52 - Semana 15

domingo, dezembro 13, 2015

Desta vez trago o top das piores coisas do nosso tão amado mundo virtual, porque tudo tem o seu lado negro.



1 - Anónimos // Nem sei bem se hei-de classificá-los como maus, porque às vezes são tão patéticos que até dá vontade de rir. Ah, e também são bastante úteis para nos subir o ego (apesar deles acharem o contrário), porque ao conhecer-mos gente que resolve falar o que pensa (normalmente é só asneirada) mas que não é capaz de dar a cara/nome, então sabemos que ainda há alguém pior do que nós neste mundo. Mas confessem, se fossem como eles, também não teriam vontade de se esconder?
2 - O lado viciante // É verdade, toda a gente sabe que este mundo vicia, seja pelas séries, pelos jogos, pelo facebook... Há muita gente por aí que começa a pôr o mundo virtual em primeiro lugar, deixando muitas coisas para trás e perdendo a noção da realidade.
3 - Os maus // Sabemos, ou melhor, não sabemos quem está do outro lado do computador, entre o universo gigante de informação, e isso leva a que pessoas que se julgam mais fortes ataquem os mais vulneráveis, desde roubos monetários a crimes sexuais...
4 - Os malucos // Toda a gente já viu algum maluco na internet, tipo aqueles adolescentes de agora que querem fama através do facebook e fazem coisas parvas e nojentas e que roubam a dignidade a qualquer um, só por mais um like! Há vídeos que gostaríamos de nunca ter visto... 
5 - As mães do facebook // Eu não sofro deste mal felizmente, mas sei de muita gente por aí que tem os pais como amigos no facebook e já se sabe, as mãe enchem as páginas de fotos embaraçosas e de comentários igualmente embaraçosos, tipo 30 comentários numa foto "o meu filho é lindo, a riqeza da mãe", "a coisa mais linda que pus no mundo", "filho a mãe ama-te muito", etc (e já nem falo do facto de escreverem com erros ortográficos...). Não há nada de mal em saber que somos amados pelos nossos pais, mas há certas coisas que certamente preferíamos que não fossem partilhadas no mundo virtual. Isto reflecte ainda outro problema que é o das pessoas com 40-50 anos voltarem a ter 13-14 anos, e acreditarem em tudo o que vêem na net (inclusivé que são a pessoa 100 a visitar aquela página e que por isso vão ganhar um iphone) tornando-se por isso mais vulneráveis a todos os perigos da internet. 

Bem, apesar de tudo isto, a minha opinião sobre o mundo virtual é que é apenas um espelho do que as pessoas já são na realidade. Quem já é espalhafatoso na vida real também o vai ser no facebook, publicando cada detalhe da sua vida, incluindo as idas à casa de banho e o respectivo resultado disso. As pessoas que já são má-fé só vão utilizar a internet como mais uma ferramenta para praticarem o que já fariam na vida real, mas de outras formas. Por isso, quando dizem que a culpa é da internet, a meu ver estão enganados, a culpa é das pessoas, a internet é só um meio, caso contrário, todos os que andassem por este mundo virtual iriam reagir da mesma forma, e felizmente, não é o que acontece, porque ainda há muita gente sensata neste mundo!

Vê também

7 comentários

  1. Acho imensa piada às pessoas que reclamam dos anónimos. Existe uma opção para não permitir comentários desses, portanto se não o fazem é porque não se devem importar muito. Infelizmente existem pessoas más em todo lado, e na blogosfera é igual. Como disseste depois, "o mundo virtual é um espelho da realidade". Quanto às mães, a minha não faz isso mas já vi vários colegas/amigos passarem por situações dessas e sinto sempre vergonha por eles haha.

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que quando as pessoas permitem esses comentários é numa tentativa de que o "feitiço se vire contra o feiticeiro", já que alguns são tão parvos que quem passa a ser alvo de chacota é mesmo o anónimo e não a pessoa com quem ele queria gozar. A maioria das pessoas acho que se queixa nesse sentido.

      Eliminar
  2. Por acaso, em relação aos anónimos, acabei por permitir no meu blog apenas porque existiam leitores que, de outra forma, não conseguiam comentar. Mas comentários descabidos, maldosos ou simplesmente parvos (não que tenha recebido vários), acabo por os eliminar — o meu cantinho é um espaço de partilha de coisas boas e boas energias. Quem não quer ler ou ver, tem bom remédio: não lê nem vê-

    Agora, em relação aos outros males, ri-me muito :) partilho de quase todos e é engraçado ler a tua descrição!

    Já tinha saudades de vir aqui querida Daniela!

    Um beijinho,
    Sara Cabido | Little Tiny Pieces of Me

    ResponderEliminar
  3. Adorei ler! E concordo com tudo, especialmente com o lado viciante. Por mais que neguemos, este mundo virtual acaba por nos tirar imenso tempo.
    Messy Hair, Don’t Care | Blog

    ResponderEliminar
  4. Ai Daniela o que me fizeste rir com o último ponto xD
    Felizmente não sofro desse mal com os meus pais mas tenho vários amigos que já passaram momentos constrangedores com aquelas fotos saídas do baú!

    ResponderEliminar
  5. Blog sem anónimos ressabiados não é blog de categoria. Contra mim falo, que os poucos anónimos que me apareceram foram bem fofinhos.

    Perdida em Combate

    ResponderEliminar
  6. Ahah o último ponto é muito bom :p não acontece comigo, mas por vezes rio-me bastante com o que vejo na internet publicado por mães ultra-carinhosas :p

    Sobre os anónimos... Por acaso nunca tive problemas desses no blog em si, mas já ouvi comentários ao vivo e a cores, sobre o meu blog. Ditos por pessoas, assim na minha cara mesmo (antes assim vá!). E as pessoas podem ser muito mesquinhas e más. Só temos de ignorá-las :) porque só vai ao nosso blog quem quer!

    A Girl in Mint Green

    ResponderEliminar

Posts populares

Arquivo

Blogs de Portugal

Subscribe