Be healthy, be happy! #1

sábado, julho 11, 2015

Se costumam andar por estas paragens devem-se lembrar deste post que escrevi em Junho sobre comportamentos saudáveis que eu queria adoptar. Pois bem, passou um mês e acho que chegou a altura de fazer um pequeno balanço.
No que toca ao primeiro ponto, posso dizer que passei o mês sem tocar em batatas fritas de pacote, mas não resisti uma ou duas vezes às batatinhas da mãe. De resto também não costumo comer muitas coisas fritas, e já que estive 3 semanas fora de casa também consegui evitar os fumados.
Neste momento, talvez por ter passado 3 meses em Erasmus sem comer peixe fresco, uma das refeições que me dá mais prazer é peixe grelhado com couve e cenoura cozida, e por mim própria já prefiro carne de frango ou peru, ainda assim como porco várias vezes também.
Nos lacticínios magros, a coisa às vezes é mais difícil, mas tenho tentado optar sempre por iogurtes magros e o pouco leite que bebi foi soja, ainda assim ataquei no Ucal umas 2 vezes (fresquinho com uma tosta mista, quem não ama? ai, as tostas mistas, isso sim é difícil deixar!).
Ultimamente já tenho vindo a aumentar  consumo de fruta e agora é raro o pequeno-almoço em que não há fruta, e o almoço, e o lanche... Já sei, já sei que também tem açúcar, mas é um açúcar mais saudável do que o dos alimentos processados.
Cortei drasticamente nos sumos, e aumentei bastante a quantidade de água e sobretudo a quantidade de água com limão, gengibre ou outras frutas. E no fundo tenho tentado eliminar as coisas más aos poucos, escolhendo um dia ou outro (normalmente no fim de semana) para ceder às tentações.
Agora as coisas difíceis:
Sai mais caro. Sim, digam o que disserem toda a gente sabe que comer saudável saí bem mais caro, e era muito bom que isso mudasse para que esse não fosse mais um factor que travasse a missão de muita gente em ser saudável. Aos poucos tenho comprado novos alimentos como sementes, açaí em pó, cacau cru, etc...mas tenho aproveitado sobretudo as promoções, e ainda estou a fazer uma média e ver para quanto tempo duram os produtos. Apesar de tudo é um investimento na saúde, e o que se gastar agora provavelmente evitará gastos em medicamentos e hospital.
O fim do dia. É o pior e é quando normalmente faço mais estragos. Ainda tenho que tentar arranjar alguns truques para melhorar esta parte.
O pão. Aqui em casa consome-se o típico pão branco, apesar de eu avisar que é um veneno. A verdade é que ele sabe bem, e por vezes é bem difícil evitá-lo, e continua a ser um dos meus maiores problemas.
Mudares sozinha. Quando não é a família inteira a mudar por vezes torna-se mais difícil. Por um lado é bom não partilhar com os mais próximos que estamos nesta mudança para depois não ouvir comentários controladores e julgamentos, mas por outro lado o facto de não saberem e o facto de as mães e avós acharem que nós somos lindas "gordinhas" e que um leitinho com chocolate faz sempre bem, não ajuda nada...
No próximo mês voltamos a conversar meninas, e vamos ver como andam as coisas.:)

Vê também

4 comentários

  1. hum se tens mais fome e tendes a cair em tentação ao fim do dia, quer dizer que provavelmente não estás a comer o suficiente durante o dia. Tenta ver se é isso! Quanto aos alimentos mais caros, como açaí, cacau cru e afins, isso é uma moda, não precisas necessariamente de os consumir para ser saudável :)

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que adoptar um estilo de vida saudável não deve ser equivalente a fazer sacrifícios e uma dieta estricta. Conselho-te a adaptares os pratos que mais gostas, mas com opções mais saudáveis, é o que eu faço e resulta tão bem :)
    E olha quanto aos frutos secos e sementes é verdade que saem caros, mas fazem-nos bem de vez em quando, e no LIDL é onde são mais baratos, é aí que compro os meus ;)

    beijinhos
    Pretty Little Stories

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teresa,
      Concordo perfeitamente contigo e é isso que ando a tentar fazer. Também já me aconselharam o LIDL, e há que andar sempre à caça das promoções.:p

      beijinhos

      Eliminar

Posts populares

Arquivo

Blogs de Portugal

Subscribe