Ai mas que sorte eu viver tão desgraçada,

quinta-feira, julho 09, 2015


Nautical Compass Art Print by goguen | Society6
Comigo acontece tudo ao lado. Sou eu que avario a máquina, é na minha vez que a fila pára, é na minha vez que a impressora não imprime, sou eu que não apanho os rebuçados, é o meu computador que se desliga e elimina da memória do universo aquele trabalho super importante e que me comeu horas de vida, sou eu própria que, inexplicavelmente, no meio de tantos documentos clico em "não guardar" no mais importante, e sim, sou eu que espalho o sumo e fico com uma nódoa na camisola num almoço de grupo. Não me perguntem de onde vem tanta desorientação que eu não sei, muito menos sei onde pára mais de 50% da quota de sorte que me é devida. Dizem que a sorte se procura, só não entendo é porque é que uns têm que procurar mais do que outros.
Isto cansa, faz rugas e tenho a certeza que mata células (das boas).
Cansa ter ao lado pessoas que se esqueceram de onde estiveram ou de onde poderão estar, e que na mínima oportunidade nos fazem lembrar que não temos assim tanta sorte. Cansa ter ao lado pessoas que vivem numa bolha de ilusões em que tudo é bonito, mas que ainda assim se queixam e criticam a ousadia que os pobres coitados e menos afortunados têm em viverem felizes.
Azar o meu. Vivo fora da bolha, com nódoas na camisola, com borbulhas na cara e com um pneu abdominal de alto gabarito. Azar o meu, que mesmo assim ainda ouso sorrir ao fim dia. Azar o meu que sou tolerante. Castigo meu não ter a sorte e ficar com o dom de perceber a tristeza de quem acha que tem tudo, mas que um dia quando faltar 1% da sorte desmorona.
O universo achou por bem dar-me esta missão de lidar com estas coisas e ao fim do dia ser capaz de as enviar para a reciclagem galática, para dentro de um buraco negro longínquo, e sorrir junto dos meus. Afinal, é só nisto que tenho que ter sorte!

Vê também

2 comentários

  1. gostei tanto, mas tanto do que escreveste.
    identico-me um bocado nas tuas palavras.

    beijinho,
    lollipopnecklace.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Se formos a ver, chegar ao fim do dia e ter os nossos para partilhar com eles os nossos sorrisos já é uma sorte enorme, não é ? :)

    Carolina | 1495 M. acima do nível do mar

    ResponderEliminar

Posts populares

Arquivo

Blogs de Portugal

Subscribe