Széchenyi Thermal Bath & Margarit Island

segunda-feira, maio 18, 2015

Se visitarem Budapeste, especialmente em dias em que o sol já aquece, não hesitem em visitar as termas. As águas daqui são conhecidas pelas suas propriedades termais por isso quase que em cada canto se podem encontrar umas termas. Eu comecei por visitar umas menos conhecidas (aquelas em que fiquei trancada numa cabine se bem se lembram), mas desta vez optei por experimentar uns dos mais conhecidos, os Széchenyi Thermal Bath. 
Desta vez posso dizer que gostei mais da experiência porque achei o espaço interior mais "respirável" e aproveitei as piscinas exteriores, o que valeu muito a pena (e vá, o facto de não ter ficado privada de liberdade em nenhuma cabine também ajudou!).
Cada entrada foi 4500 florins e chegámos já por volta das 15 horas, tudo para garantir que a digestão já estava feita, e ficámos por lá até as 18 horas. Começámos por aproveitar as piscinas exteriores que só por terem água quente já são espectaculares, mas o facto de terem uns repuxos que nos massajam ainda as torna melhor. Onde nos divertimos mesmo foi no caracol giratório em que a água nos vai empurrando e ali andamos nós todos à volta e bater uns contra os outros (aviso já que é um momento divertido mas muito dado a toques inapropriados).
No fim terminámos nas águas termais interiores a até que me consegui aguentar um bocadinho na água de 40 graus. Ai, mas se eu cá vivesse por muito tempo, volta e meia tinha que lá ir, porque aquilo relaxa p'ra caramba e sabe muito bem. Onde não me apanham certamente é numa sauna porque só de abrir a porta fiquei com a cara esturricada e não entendo como é possível respirar lá dentro, mas se há quem goste eu respeito!















Antes de ir para as termas ainda demos um saltinho à Ilha Margarida onde assistimos ao espectáculo da fonte e onde passámos uns momentos agradáveis, mais um sitio que merece uma visita especialmente nesta altura de Primavera/Verão. 

Vê também

2 comentários

  1. A primeira vez que fui a uma sauna, tive que me concentrar para não morrer haha
    O sítio é lindíssimo! Não me vou esquecer caso vá a Budapeste um dia :)

    Isa,
    http://isamirtilo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Nunca estive em nenhuma terma e adorava. Mas também...nunca estive em Budapeste e isso ainda é menos perdoável! Deve ser tão bonito, querida Daniela! Fotografias maravilhosas!

    ResponderEliminar

Posts populares

Arquivo

Blogs de Portugal

Subscribe